Meninos e meninas

Nas décadas de 40 e 50, o Ginásio do Colégio Cruzeiro era separado em turmas femininas e masculinas. A divisão, sempre muito bem supervisionada por professores atentos, não se restringia à sala de aula: também as filas da cantina e as escadas do Prédio Principal eram separadas por sexo.

“Fiz Ginásio em turmas femininas e masculinas muito bem separadas. Havia uma professora que zelava muito para que a fila da cantina, na hora do recreio, fosse assim: meninas pra cá, meninos pra lá. Nosso desafio era conversar com a outra fila”, relembrou a ex-aluna Margret Moller, que estudou entre 1947 e 1955

“Não tínhamos inspetores de alunos. Nos intervalos, os professores do Curso Primário tomavam conta do lado das meninas, e o lado dos meninos e rapazes era eu quem tomava conta”, contou a ex-diretora Dona Júlia Nagele.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s