Bárbara Schwanke de Andrade

Bárbara Schwanke de Andrade - 1999 (35).1

“Faço parte da primeira turma do Colégio. Assim que foi inaugurado, o prédio principal ainda estava em construção, então nós estudávamos no Retiro dos Artistas. Foi uma experiência muito interessante ver o colégio crescer enquanto aluna”, conta Bárbara Schwanke de Andrade, agora estudante de Engenharia Química da PUC-Rio. “Sempre gostei de aprender Alemão. Como aprendi desde pequena, não encontrava muita dificuldade. Lembro até uma época em que eu achava Alemão mais fácil do que Inglês. Aprender alemão me proporcionou viagens incríveis, amizades que vão além de qualquer fronteira e uma bagagem enorme para adicionar ao meu currículo”, completa.

O conhecimento da língua foi o diferencial para conseguir conquistar a bolsa do Ciência
Sem Fronteiras.

“Fui para Munique, capital do estado da Baviera, ao sul da Alemanha. Fiquei lá por um ano e meio, como aluna de intercâmbio de Engenharia Química da Technische Universität München (TUM). O que mais gostei de ter morado na Alemanha foram as vantagens de se morar num país de 1º mundo, a segurança, a eficiência dos transportes públicos e a liberdade de poder ir para onde você quiser quando você quiser, poder viajar de trem dentro e fora da Alemanha, entre outras coisas como essas que infelizmente não encontramos aqui no Brasil”, conclui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s